Anuncie Aqui 98705-3786




domingo, 14 de maio de 2017

VERSO EM HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES



Mas uma vez estou aqui,
Pra meus versos eu aclamar.
Dessa vez é diferente,
Escute o que eu vou falar,
As mães de Campo Redondo
Eu quero homenagear.

 
Mãe é uma rosa pita
Que neste mundo tem,
Quem tiver sua mãezinha
Ame ela e queira bem.
Quem não gosta de sua mãe,
Não gosta mais de ninguém.
Mãe quando veio ao mundo,
Ela veio pra amar.

Se o filho está doente,
Ela começa a chorar.
Diz meu filho não fique triste
Papai do céu vai te curar.
Quando o filho fica bom,
Ele já começa a falar:
Diz mãe eu quero dinheiro
Que eu vou farrear.

A mãe diz filho eu não tenho
E ele começa a brigar.
Eu quero homenagear também
A minha esposa querida,
Que é uma grande mãe.
Exemplo da minha vida,
Se hoje eu sou o que sou
Eu devo a essa mãe querida.
 
Aos nove anos de idade,
Perdi a minha mãe querida,
Quando chega o dia dela,
Entristece a minha vida,
De tanto eu me lamentar
Meu peito vira ferida.
 
Se eu tivesse uma mãezinha,
Como muita gente tem,
Todo dia eu dia eu a beijava
Amava e queria bem,
Mas como Deus já a levou,
Sem ela não sou ninguém.
 
Quem tiver sua mãezinha,
Ame ela e queira bem,
Mãe é rara e tão pura
Que igual a ela outra não tem.

Dê valor a sua mãe,
Enquanto você a tem,
Porque depois que perdê-la,
Você não tem mais ninguém.
 
Eu me despeço de vocês,
Agora vou terminar,
Para as mães do meu Brasil
Que estiver a me escutar,
Deixo um beijo e um abraço
Desse amigo popular.
 
Feliz dia das mães!
Para todas as mães de Campo Redondo.
Autor Antônio de Lô
Conjunto Margarida Procópio

Nenhum comentário:

Postar um comentário